spot_img
HomeAlagoasOperação Carnaval: Vigilância Sanitária Estadual fiscaliza fábricas de gelo em Maragogi

Operação Carnaval: Vigilância Sanitária Estadual fiscaliza fábricas de gelo em Maragogi

Em

- Publicidade -spot_img

Ruana Padilha – Ascom Sesau

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), por meio da Vigilância Sanitária Estadual, realizou, nesta terça-feira (6), uma ação de fiscalização nas fábricas de gelo localizadas na cidade de Maragogi. A iniciativa tem o objetivo de combater irregularidades e garantir a qualidade do produto que será comercializado durante o Carnaval.

A inspetora da Vigilância Sanitária Estadual, Rosemary Vital, destaca que as intensificações das fiscalizações neste período ocorrem devido às festividades de Carnaval e as altas temperaturas.

“As fiscalizações visam garantir que os consumidores sempre tenham um produto seguro, que não interfira nem na saúde e nem na integridade física deles. Durante a compra do produto, as pessoas devem ficar atentas à rotulagem do produto, se possui os dados da empresa, razão social, CNPJ e endereço. É necessário observar, ainda, se as embalagens possuem algum dano, tipo rasgos”, exemplificou.

Durante a fiscalização, a inspetoria explicou que os profissionais da Vigilância Sanitária Estadual atuam na orientação, notificação, autuação e até interdição, se necessário, de estabelecimentos comerciais.

“Nas nossas visitas aos estabelecimentos verificamos os aspectos de higiene, utilização de EPIs [Equipamentos de Proteção Individual [EPIs], presença de vetores e pragas, manutenção preventiva, acondicionamento inadequado e validade dos produtos. Os caminhões que transportam gelo também são vistoriados e analisados se estão com as documentações e alvará em dia”, enfatizou.

Rosemary Vital salienta que, nas fábricas de gelo, a água deve passar por monitoramento, controle, análise microbiológica e temperatura adequada ao seu estado

Rosemary Vital salienta, ainda, que nas fábricas de gelo, a água deve passar por monitoramento, controle, análise microbiológica e temperatura adequada ao seu estado.

“Caso apresente problemas, os produtos são descartados no próprio local para reduzir os riscos de infecção tóxico-alimentar. As empresas que descumprirem as normas vigentes podem ser interditadas até que atendam as exigências mínimas de funcionamento, garantindo a saúde do consumidor”, salientou.

Últimas Notícias

Reforços do CSA, Vitor Leque e Dudu Miraíma treinam no CT Gustavo Paiva

O CSA oficializou nesta segunda duas contratações que já haviam sido anunciadas na semana...

Chuvas prejudicam abastecimento de água em Ibateguara, no interior de AL

As fortes chuvas registradas em Alagoas nos últimos dias afetou, nesta terça-feira (16), o abastecimento...

PCC financiou campanhas políticas em troca de favorecimento em licitações, diz MP

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e a Polícia Militar deflagraram na manhã...

Paulo Dantas entrega balanço 2023 ao TCE e destaca capacidade de investimentos do Estado

Rafael Maynart (Agência Alagoas) / Tatyane Barbosa (Sefaz) O governador Paulo Dantas entregou, na manhã...

Veja mais

Reforços do CSA, Vitor Leque e Dudu Miraíma treinam no CT Gustavo Paiva

O CSA oficializou nesta segunda duas contratações que já haviam sido anunciadas na semana...

Chuvas prejudicam abastecimento de água em Ibateguara, no interior de AL

As fortes chuvas registradas em Alagoas nos últimos dias afetou, nesta terça-feira (16), o abastecimento...

PCC financiou campanhas políticas em troca de favorecimento em licitações, diz MP

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e a Polícia Militar deflagraram na manhã...