spot_img

Abaixo de 20%: umidade do ar despenca em Alagoas; saiba os riscos para a população


A Sala de Alerta da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) de Alagoas divulgou, nesta terça-feira (3), um alerta de baixa umidade relativa do ar para três regiões do estado. Segundo o órgão, as atuais condições meteorológicas mostram a umidade relativa do ar em nível de alerta, abaixo de 20%, nas regiões do Agreste, Sertão e Sertão do São Francisco — o que pode causar diversos riscos à saúde.

Ainda de acordo com a Semarh, a presença de um sistema de alta pressão, associado a atuação de uma massa de ar seco e quente, está inibindo a formação de nebulosidade sobre o estado de Alagoas e favorecendo a incidência de radiação ultravioleta em índices elevados (12 +) sobre a região.

Em entrevista ao TNH1, o meteorologista da Semahr, Henrique Mendonça, disse que o alerta pode se estender até esta sexta-feira (6). ” Nesta quarta-feira (4), devemos ter umidade do ar variando entre 20% e 30% nas regiões do Agreste, Sertão e Sertão do São Francisco. Esse nível está muito abaixo do ideal e pode oferecer diversos riscos à saúde humana e ao meio ambiente. O alerta deve ser estender até esta próxima sexta-feira (6)”, explicou.

Veja, abaixo, os riscos associados à baixa umidade relativa do ar. 

  • Riscos à saúde humana, como complicações alérgicas e respiratórias, sangramento pelo nariz, ressecamento da pele e irritação dos olhos;
  • Aumento do potencial de risco de incêndios em pastagens e florestas na região;
  • Elevação da evaporação, com consequente diminuição de reservas hídricas.

Como driblar o tempo seco e se proteger?

  • Evitar exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10h e 16h;
  • Umidificar o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas e recipientes com água;
  • Permanecer em locais protegidos do sol, preferencialmente com sombra de árvores;
  • Consumir água abundantemente;
  • Evitar aglomerações em ambientes fechados;
  • Usar soro fisiológico para umidificar olhos e narinas.



Fonte: TNH1

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

‘A Casa do Dragão’ será ‘dilacerante’ e pode ter 3ª e 4ª temporadas, diz George R.R. Martin

A segunda temporada de A Casa do Dragão ainda demora a chegar, mas...

FPI 2023: propriedade em Traipu é autuada por desmatamento de 200 hectares

Na última quinta-feira (07), a Equipe Flora da Fiscalização Preventiva Integrada...

Angelina Jolie diz não conseguir viver livremente após se separar de Brad Pitt

Angelina Jolie afirma que não seria mais atriz em razão da...