Ataque a tiros em bar na África do Sul deixa ao menos 14 mortos

 Ataque a tiros em bar na África do Sul deixa ao menos 14 mortos

Foto: Getty Imagens

Grupo de homens armados com rifles e pistolas de 9 milímetros entrou no bar e começou a atirar “aleatoriamente” contra os clientes, disse a polícia

CNN

Pelo menos 14 pessoas morreram e nove ficaram feridas em um ataque a tiro em um bar no município sul-africano de Soweto neste domingo (10), disseram autoridades locais.

O caso aconteceu pouco depois da meia-noite, quando um grupo de homens armados com rifles e pistolas de 9 milímetros entrou no bar no assentamento informal de Nomzamo, perto de Joanesburgo, e começou a atirar “aleatoriamente” contra os clientes, disse a polícia de Gauteng em comunicado.

A polícia disse que 23 pessoas foram baleadas no estabelecimento – 12 morreram no local e 11 foram levadas às pressas para um hospital próximo com ferimentos. Mais duas pessoas foram declaradas mortas no hospital.

A polícia abriu investigações sobre 14 casos de homicídio e nove casos de tentativa de homicídio, de acordo com o comunicado.

“É uma cena ruim. Quando você vê os corpos [que] estão empilhados, você pode ver que cada uma dessas pessoas [estava] lutando para sair da taverna”, disse o comissário de polícia de Gauteng, Elias Mawela, ao canal de notícias sul-africano ENCA.

Mawela disse que a polícia ainda não determinou detalhes sobre o motivo ou por que as pessoas na taverna foram alvejadas.

“Não tenho dúvidas de que, com a cooperação da comunidade daqui, seremos capazes de desvendar este caso”, acrescentou Mawela.

A polícia chamou testemunhas para se apresentarem, dizendo que os suspeitos ainda estavam foragidos.

O massacre em Soweto ocorre enquanto o país ainda lamenta a morte de 22 jovens – alguns deles com apenas 13 anos – que morreram em circunstâncias ainda inexplicáveis ​​em uma taverna no leste de Londres no mês passado.

Mais Notícias