Banese conecta produtores rurais a ecossistema de inovação do Agro

 Banese conecta produtores rurais a ecossistema de inovação do Agro

Conectar pessoas, negócios e tecnologia é um dos principais objetivos do Banese + Agro a fim de levar inovação para o campo e fomentar, principalmente, o negócio de pequenos e médios produtores rurais. Com o intuito de trazer novas soluções para o agronegócio sergipano, a equipe do Banese esteve na sede do AgTech Garage, em Piracicaba (SP), para participar do Conexão Partners, evento dedicado a fomentar trocas de experiências e conexões entre as corporações da comunidade do Hub.

O AgTech Garage é um dos principais hubs de inovação especializado no agronegócio do mundo, e atua por meio da uma nova dinâmica aberta, conectada em rede, e colaborativa. As iniciativas do hub promovem a conexão entre grandes empresas, startups, produtores, investidores, universidades, e diversos outros atores do ecossistema de inovação e empreendedorismo do setor, entre eles o Banese + Agro.

A convite do hub, estiveram em Piracicaba (SP) o superintendente de Produtos de Crédito e Serviços Bancários do Banese, Bruno Goveia, e o gerente Regional de Atacado e Desenvolvimento do banco, Weslei Ferreira. O evento contou, também, com a participação de líderes de empresas nacionais e internacionais, como Bunge, BrasilSeg, Yara e OCP.

Bruno Goveia reconheceu a velocidade na expansão da atuação da AgTech Garage, que hoje faz conexões em diversos lugares do mundo, e contou que a experiência com o evento foi extremamente enriquecedora.

“Tivemos a oportunidade de conversar com empresas líderes e startups do ramo, conhecer as novas tendências de mercado, assim como casos de sucesso que podem levar o negócio dos produtores de Sergipe para outro nível”, avalia.

Programa de inovação

Uma das experiências conhecidas pela equipe do Banese + Agro foi a solução desenvolvida pela startup Velos, dentro do programa For Farmers, promovido pelo AgTech Garage em parceria com a Bayer, para conectar empreendedores a produtores de uva do Vale do São Francisco.

A partir do programa, os produtores tiveram a oportunidade de conhecer e testar a solução da Velos, que acompanha máquinas agrícolas em tempo real na pulverização dos parreirais. Após a prova de conceito (POC) e o compartilhamento dos resultados, a startup conseguiu vender a tecnologia para outras cinco empresas participantes do grupo, instalando a solução, de início, já em 30 máquinas.

O superintendente Bruno Goveia explica que o Banese já estuda este e outros casos de sucesso, com o intuito de adaptar as iniciativas e o método de trabalho à realidade da agropecuária sergipana e das demais localidades onde o banco atua.

“Nossa parceria com o AgTech Garage visa, justamente, esse intercâmbio de experiências e conhecimentos para conectar os produtores rurais do nosso estado a um ecossistema tecnológico que nos permita não apenas implantar novas tecnologias, mas também pensar novas formas de gerir e pensar o Agro. E tudo isso precisa ser feito levando em consideração as características e particularidades da produção local”, ressalta o gestor. 

Para o gerente Regional de Atacado e Desenvolvimento, Weslei Pimentel, a experiência com a visita possibilitará aos produtores um novo olhar sobre seus atuais sistemas de produção. “Estamos adaptando a aplicabilidade, não só do For Farmers, mas de outros projetos com startups para os nossos clientes, entendendo os desafios da rotina do campo de cada um e buscando inovação para melhor desenvolver o negócio rural sergipano”.

Conectando produtores locais

O Banese realizou também, no mês de abril, por teleconferência, uma primeira rodada de apresentações de soluções desenvolvidas por startups integrantes do Hub, a produtores rurais sergipanos. O evento aconteceu no Espaço Banese + Agro Gov. Luiz Garcia, situado na Agência São José, em Aracaju-SE.

No Pitch Day, como é conhecido este tipo de iniciativa, quatro  startups tiveram 10 minutos para expor as soluções tecnológicas e, em seguida, puderam conhecer a realidade e demandas dos empreendedores locais participantes do evento.

A startup israelense, AgroScout expôs projetos para controle de pragas e doenças agrícolas a partir da visualização de drones; e a Cromai destacou a experiência de monitoramento de ervas daninhas em produções de cana-de-açúcar.

Já a Inceres trouxe um novo formato de assistência técnica para produtores, mais sustentável com otimização de recursos; e a Sensix expôs o universo de gestão de propriedade rural para grandes produtores que desejam integrar tecnologia ao sistema de produção.

Fale com o Banese

Os pequenos, médios e grandes produtores rurais que desejarem viabilizar projetos de modernização e otimização da produção agropecuária, podem buscar o apoio e as soluções do Banese + Agro, visitando o espaço do banco especializado no setor, que está localizado no Bairro São José, em Aracaju, ou ligar para os telefones (79) 3218-5967 / 3218-5921.

Mais Notícias