spot_imgspot_img

Bebê nasce dentro de ambulância do Samu em Maceió: “Ocorrência mais linda”, diz enfermeira


Um bebê nasceu dentro de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na última sexta-feira (24), em Maceió. A criança, um menino, nasceu aos oito meses de gestação, com 2,500 kg e 33 centímetros.

A mãe da criança, Jeime Maria de Oliveira Lima, de 43 anos, estava sendo transferida da Maternidade Nossa Senhora da Guia, considerada de baixo risco, para o Hospital Universitário (HU), referência em casos de alto risco. No meio do trajeto, ela entrou em trabalho de parto e o procedimento foi realizado dentro da ambulância do Samu, onde felizmente não houve nenhuma intercorrência.

A equipe de socorristas do Samu era formada pelo médico Marcell Figueiredo, a enfermeira Bruna Costa e o condutor Fernando Pereira. Eles relataram que a gestante Jeime estava em curso de uma doença gestacional hipertensiva, conhecida como pré-eclâmpsia. Por se tratar de uma gravidez de alto risco, ela precisava ser direcionada para um hospital referência neste caso, tendo sido regulada para o Hospital Universitário.

No HU, a gestante seria acompanhada e realizaria o parto. Só que, no percurso, a dilatação, que estava em 5 centímetros, aumentou e Jeime teve novas contrações, iniciando o expulsivo do trabalho de parto. “O bebê nasceu nas mãos de nossa enfermeira, foi um parto cefálico, onde o recém-nascido vem de cabeça. Fizemos todos os procedimentos de um parto natural, com a remoção, os cuidados pós parto, clampeamento do cordão umbilical e aquecimento. De imediato ele foi para o colo da mãe, estava ativo, bem reativo e se acalmou logo que seu corpo encostou no da mamãe. Após o parto, levamos os dois para os cuidados da obstetrícia do HU”, detalhou o médico Marcell Figueiredo.

A enfermeira Bruna Costa ressaltou a emoção de ter sido a primeira a segurar o bebê, durante o parto. “Fiquei muito emocionada e tranquila, nós que trabalhamos no Samu estamos preparados para qualquer situação ou chamado, e, por já ter trabalhado em centro cirúrgico, sinto que isto facilitou bastante para mim. Estávamos diante de um parto de risco. A mãe não sabia sexo, tempo de gestação, não tinha feito pré-natal, nem ultrassom. Essa ocorrência foi a mais linda e abençoada que já vivi. Ainda me encontro em êxtase. Sou muito grata a Deus por ter participado”, falou a enfermeira emocionada.

O bebê, que recebeu o nome de Fernandes Gael Oliveira de Lima, foi encaminhado para a UTI Neonatal do Hospital Universitário, onde passa bem. A mãe, Jeime Oliveira, também está bem e amamenta seu pequeno em livre demanda.

Sobre a mãe – Jeime Oliveira é mãe de 11 filhos, nove meninas e dois meninos. Ela já perdeu quatro crianças antes do nascimento, totalizando 15 gestações. Todos os partos foram normais. Ela contou que chegou a cogitar ter o bebê em casa mesmo, mas decidiu se dirigir até a maternidade para evitar riscos para o filho. “Muita gente me critica pela quantidade de filhos que tenho, existe um preconceito velado e optei por nem pré-natal fazer. Calculei o tempo gestacional e como estava antes do previsto, preferi ir ao hospital. Lá decidiram me transferir para o HU, por ser referência em partos de alto risco”, contou.

Jeime agradeceu ao Samu pelo atendimento prestado. “Eu sou muito grata ao Samu. A equipe me apoiou demais e como são competentes! Para quem queria ter em casa mesmo, eu não poderia ter o meu filho em melhor lugar”, falou a mãe sem esconder a emoção.

Sobre o Samu – O Samu é referência em assistências de urgência e emergência e está preparado para ocorrências como a que aconteceu nesta transferência. Os socorristas estão gabaritados para atendimentos de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e psiquiátrica, entre outros.



Fonte: TNH1

spot_imgspot_img

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

Seminfra orienta ciclistas sobre uso da ciclovia na Fernandes Lima em dias de chuva

Projetada respeitando todos os parâmetros estabelecidos pelo Conselho Nacional de Trânsito...

Caixa Econômica Federal abrirá concurso com 4.000 vagas; veja áreas

O presidente da Caixa Econômica Federal, Carlos Antônio Vieira, anunciou nesta...

Aluno morre esfaqueado e outro fica ferido em briga na porta de escola em Anápolis (GO)

Um aluno de 14 anos morreu e outro de 13 ficou...