Bloqueio no orçamento do governo em 2022 sobe para R$ 14,8 bilhões

 Bloqueio no orçamento do governo em 2022 sobe para R$ 14,8 bilhões

04/10/2021REUTERS/Adriano Machado

Saúde perde 2,7 bilhões e educação 1,6 bilhão; anteriormente, ministério havia informado bloqueio de R$ 12,7 bilhões

O bloqueio no orçamento do governo federal em 2022 subiu para R$ 14,8 bilhões, segundo um decreto publicado pelo Ministério da Economia nesta sexta-feira (29). Na semana passada, a pasta havia informado que o contingenciamento no orçamento anual seria de R$ 12,7 bilhões.

No detalhamento de quanto foi bloqueado de cada órgão, o ministério informou que a saúde está com um total de R$ 2,7 bilhões bloqueados, sendo a área com maior corte. Já o ministério da Educação teve um total de R$ 1,6 bilhão contingenciados.

Na segunda-feira (25), durante entrevista coletiva, o secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago, havia dito que é natural que os bloqueios venham desses ministérios, pois são as pastas de maior orçamento.

Na última sexta-feira (22), um decreto publicado informava que um bloqueio adicional de R$ 6,73 bilhões deve ser feito no orçamento nesse ano, para que o governo não ultrapasse o teto de gastos.

Este será o terceiro bloqueio no orçamento anunciado pelo governo neste ano. Em maio, o ministério da Economia já havia informado a necessidade de cortar R$ 9,9 bilhões do orçamento. No entanto, desse total, apenas R$ 5,99 bilhões permaneceram efetivamente bloqueados.

Mais Notícias