Bruno Krupp é preso em hospital por atropelar e matar jovem na Barra

 Bruno Krupp é preso em hospital por atropelar e matar jovem na Barra

Reprodução

João Gabriel, de 16 anos, perdeu a perna esquerda no momento da brutal coalisão. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital

Metrópoles

O modelo Bruno Krupp, de 25 anos, foi preso nesta quarta-feira (3/8) pelo atropelamento e morte do jovem João Gabriel Cardim Guimarães, de 16, na noite do último sábado (30/7), na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. A Justiça do Rio havia expedido um mandado de prisão preventiva contra o acusado.

De acordo com o jornal O Globo, agentes da 16ª DP (Barra da Tijuca) prenderam o modelo, que responde por homicídio com dolo eventual, em um hospital particular do Méier, na zona norte da cidade. Bruno já havia sido procurado em sua casa, na Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca.

Câmeras de segurança de um quiosque próximo ao local do acidente registraram que o modelo estava em alta velocidade no momento da colisão. João Gabriel teve a perna amputada pelo impacto e, segundo um PM que testemunhou, o membro foi parar a 50 metros de distância. Na decisão, a Justiça destaca a brutalidade do acidente.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma equipe foi acionada para a ocorrência às 22h55 do último sábado. João Gabriel foi levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, que também fica na Barra, assim como Bruno. Conforme informa a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o adolescente, no entanto, não resistiu e morreu durante uma cirurgia.

A assessoria do modelo afirma não conseguido contato com Bruno, nem com familiares, e diz saber do ocorrido apenas pelo que circula na imprensa e nas redes sociais. Em comunicado, disse lamentar profundamente o ocorrido e se solidarizou com a família da vítima.

Mais Notícias