Com novo Centro de Imagem, HGE realizou mais 22 mil exames somente este ano

 Com novo Centro de Imagem, HGE realizou mais 22 mil exames somente este ano

Thallysson Alves

A radiografia e a tomografia computadorizada são os equipamentos mais procurados durante os atendimentos

Thallysson Alves / Ascom Sesau

No primeiro mês de funcionamento do novo Centro de Imagem do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, foram realizados 3.681 exames. Foram 1.391 raios-x, 963 tomografias computadorizadas, 588 eletrocardiogramas, 353 ultrassonografias, 290 ecocardiogramas e 96 endoscopias. Este ano, de janeiro e abril, a maior unidade de urgência e emergência de Alagoas já registrou 22.994 procedimentos.

O novo Centro de Imagem foi construído pelo Governo de Alagoas para possibilitar que o HGE, que é referência no atendimento aos feridos em acidentes de trânsito, aos acometidos por Acidente Vascular Cerebral (AVC) e aos que sofrem infarto agudo do miocárdio, tenham acesso ao diagnóstico rápido e com eficiência. Isso porque, os pacientes politraumatizados, infartados e que sofreram derrames demandam a necessidade de serem submetidos a exames de imagem.

“A tomografia computadorizada de crânio é o método de imagem mais utilizado para a avaliação inicial do AVC isquêmico agudo, demonstrando sinais precoces de isquemia. A vantagem do exame é a rapidez da realização e a possibilidade de ser realizado em pacientes que necessitam de monitoramento intensivo dos parâmetros cardiovasculares. Vale recordar que, quanto mais rápido o paciente é diagnosticado e tratado, menor é o risco de sequelas”, pontuou o coordenador médico do Centro de Imagem do HGE, Victor de Macedo Rocha.

Constatação 

Os resultados positivos na assistência aos pacientes já são sentidos no HGE. Paulo José do Nascimento, de 46 anos, está pela segunda vez internado na Unidade de Dor Torácica (UDT). A primeira vez foi ano passado, quando descobriu que tem diabetes e sofre de Insuficiência Cardíaca Crônica. Segundo ele, o atendimento no hospital está melhor e mais ágil.

“Dessa vez, recebi o primeiro atendimento na UPA [Unidade de Pronto Atendimento] e fui transferido para cá. Foi bem mais rápido! Cheguei já direto para o setor que trata da minha doença. Antes de vir aqui, na primeira vez, eu não sabia que tinha diabetes. Descobri com os exames que fizeram em mim. Desde então estou tentando me cuidar, seguindo as orientações dos médicos, mas não consegui deixar de vir mais uma vez”, relatou Paulo, solteiro, que trabalha com fretamento.

Equipamentos Modernos

O gerente do HGE, o médico Paulo Teixeira, lembra que os aparelhos disponibilizados para os pacientes em atendimento estão entre os mais modernos disponíveis no mercado. Esse ganho permite ao médico, durante a investigação do quadro clínico, chegar a diagnósticos mais assertivos, o que repercute positivamente na qualidade do tratamento e agiliza a recuperação da saúde.

“Diminui o tempo de internação, diminuem os desconfortos, as dores, os riscos de complicações etc. São ganhos imensuráveis para o profissional que está cuidado do doente, para a população, como um todo, que terá mais acesso aos equipamentos e, principalmente, para quem está doente precisa dos nossos cuidados. Isso fortalece a missão do HGE de salvar vidas”, avalia o gestor.

Nos quatro primeiros meses de 2022, o HGE já realizou 9.416 raios-x, 8.163 tomografias computadorizadas, 2.371 eletrocardiogramas, 1.362 ultrassonografias, 1.283 ecocardiogramas e 399 endoscopias. Neste mesmo período, no ano passado, embalado pelas consequências da Pandemia de Covid-19, os técnicos registraram 31.140 exames de imagem.

Mais Notícias