Desesperado, Cunha tenta impedir Paulo de citar Lula e Renan em campanha

 Desesperado, Cunha tenta impedir Paulo de citar Lula e Renan em campanha

Agência de Notícias

Em terceiro nas pesquisas, candidato do UB esconde presidente do próprio partido

Em Alagoas, Lula, Renan Filho e Paulo Dantas marcham juntos e lideram em todas as pesquisas com boa vantagem. O cenário incomoda a coligação organizada pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), que tem Rodrigo Cunha (União Brasil – UB) como candidato ao governo de Alagoas. 

Neste domingo, os advogados do UB entraram com uma ação pedindo que o governador Paulo Dantas não utilize imagens de Lula em sua campanha eleitoral. Para Rodrigo, em queda nas pesquisas e atrás de Fernando Collor (PTB), a candidata de Paulo Dantas deve ser Simone Tebet (MDB).

Histórico

O candidato a presidente da República pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, declarou apoio à reeleição do governador Paulo Dantas em duas oportunidades no primeiro semestre. Em uma delas, para mais de 10 mil pessoas em Maceió no mês de junho, garantiu que marchariam juntos.

O PT faz parte da coligação de Paulo Dantas e foi o primeiro partido em Alagoas a apoiar oficialmente o MDB e seu candidato ao Governo do Estado.

Bivar

Rodrigo Cunha se filiou ao União Brasil em março, após abandonar o PSDB às vésperas da janela partidária. Nos meses seguintes, chegou a declarar apoio ao então pré-candidato à presidência do partido, Luciano Bivar. A estratégia seria afastar a imagem de Bolsonaro da de Rodrigo Cunha, uma vez que ele é comandado por Arthur Lira, guardião da campanha de Jair Bolsonaro no Estado. Na vinda do presidente, Rodrigo Cunha se ausentou, mas reclamou do adversário Fernando Collor quando este assumiu-se como o candidato dos bolsonaristas.

Sem presidente, Rodrigo patina nas pesquisas e hoje tenta impedir até que o ex-governador Renan Filho participe do guia do governador Paulo Dantas.

Mais Notícias