EUA afirma ter matado líder da Al Qaeda no Afeganistão; Ayman al-Zawahiri era o sucessor de Bin Laden desde 2011

 EUA afirma ter matado líder da Al Qaeda no Afeganistão; Ayman al-Zawahiri era o sucessor de Bin Laden desde 2011

Foto: AFP Photo / Site Intelligence Group

A Agência Central de Inteligência (CIA) foi a responsável pelo ataque. O presidente Joe Biden vai gravar um anúncio oficial na Casa Branca. O egípcio Zawahiri passou a liderar a Al Qaeda após a morte de Bin Laden, em 2011.

g1 – Em atualização

Os Estados Unidos fizeram uma operação militar em Cabul, no Afeganistão, no fim de semana, e mataram o líder Ayman al-Zawahiri, um dos fundadores da Al-Qaeda. Não há vítimas civis, de acordo com dirigentes do governo americano que pediram para não serem identificados.

Al Zawahiri sucedeu Osama bin Laden em 2011, após a morte do antigo líder por soldados dos EUA no Paquistão.

O egípcio Zawahiri é apontado como um dos responsáveis pela formação ideológica, as táticas e habilidades organizacionais da al-Qaeda. Ele também é tido como o líder por trás do uso dos primeiros atentados suicidas e células independentes que se tornaram uma marca da rede.

A Agência Central de Inteligência (CIA, na sigla em inglês) foi a responsável pelo ataque.

EUA no Afeganistão

Há quase um ano as forças dos EUA deixaram o Afeganistão. Isso permitiu que os talibãs retomasse o controle do país, após 20 anos afastados do poder.

Em julho, os EUA anunciaram a morte do líder do grupo Estado Islâmico na Síria, Maher al Agal, em um ataque com drones. A operação “enfraqueceu consideravelmente a capacidade” da organização “para preparar, financiar e realizar operações na região”, afirmou na ocasião um porta-voz militar americano.

Pronunciamento de Biden

O presidente Joe Biden vai fazer um pronunciamento nesta segunda-feira (1º).

Biden planejava falar da varanda da Sala Azul da Casa Branca enquanto permanece isolado na residência enquanto continua testando positivo para Covid-19.

Mais Notícias