Fora de casa, ASA faz péssima partida e é goleado pelo Lagarto na Série D: 4 a 0

 Fora de casa, ASA faz péssima partida e é goleado pelo Lagarto na Série D: 4 a 0

Reprodução Insat TV

Por: Gazetaweb

Doeu, mas chegou a primeira derrota na Série D. Na tarde deste sábado (7), no Estádio Barretão, em Sergipe, o ASA visitou o Lagarto, pela 4ª rodada da Série D. Longe de casa, o Alvinegro fez um péssimo duelo, conhecendo sua primeira derrota na competição, e com um 3 a 0 acachapante. Foi a primeira vitória sergipana no torneio, que venceu com gols de Pedro Henrique, Lucas (2x) e Neto.

O resultado não muda o lugar do ASA na tabela de classificação do Grupo 4. Ainda líder, o Fantasma tem nove pontos conquistados, porém, fica ameaçado, sendo que pode perder a ponta na próxima rodada. Por outro lado, o Lagarto reagiu de vez com essa vitória. O Periquito alcançou seis pontos e é o vice-líder, pelo menos até amanhã.

1º Tempo

Ansioso por sua primeira vitória na Série D, o Lagarto tomou as primeiras atitudes no início do confronto. Por outro lado, o ASA concentrou-se na defesa, tentando ser cauteloso para não dar brechas ao adversário. Contudo, quem finalizou primeiro foi o Gigante. Xande recebeu de Assis, aos 13 minutos, mas o chute mascado ficou fácil para o goleiro Careca.

A resposta demorou, mas veio com Pedro Henrique, novidade entre os titulares. O centroavante, com 19min, tentou uma bicicleta, fraca, que facilitou a vida de Raílson. Apesar de não ter marcado, o lance mostrou um pequeno domínio do Lagarto nos minutos seguintes. Sem muita qualidade no meio campo, logo o ASA sofreu para segurar-se na defesa.

Pedro Henrique voltou a ser um problema para os alvinegros, quando aos 25 minutos mandou uma bola na trave. Raílson acabou falhando na hora de afastar a bola, e Pedro deu um toque singelo na trave. Insatisfeito com isso, o atacante teve sua recompensa aos 35min. Guilherme Lucena fez uma linda jogada na entrada na área, chutou no gol, e Pedro Henrique deu um toque sacana para mandar para o fundo gol abrindo o placar em Sergipe.

Depois que sofreu o gol, um caminhão pesou nas costas do ASA. O time não fez um bom primeiro tempo e pouco assustou Careca. Michel Tiago até tentou um toque de cabeça aos 42 minutos, porém, o goleiro lagartense tirou. Nos acréscimos, o Alvinegro até chegou com cruzamentos, mas nenhuma finalização efetiva.

2º Tempo

O segundo tempo já começou com mudanças no Alvinegro. Copertino sacou Xande e Marcão para colocar Diogo Vitor e Gaspar. Porém, a medida não deu certo. Logo com 4 minutos do segundo tempo, o Lagarto chegou novamente e o atacante Lucas marcou um belo gol após jogada individual: 2 a 0.

A pressão seguiu, Pedro Henrique chegou com boa jogada na sequência, mas foi travado no cruzamento; Contudo, era notória uma deficiência do ASA no duelo com os lagartenses. Aos 12 minutos quase saiu o terceiro gol. Após cobrança de escanteio, Raílson fez uma defesa incrível. No rebote, quase livre, Natan cabeceou e Raílson novamente segurou, dessa vez, em cima da linha.

O ASA até teve uma chance de falta, porém desperdiçou. No contra-ataque fulminante, aos 17 minutos, Davi Ceará fez linda jogada, venceu Raílson, mas na hora de finalizar, Magal apareceu na frente da bola e salvou. Pedro Henrique ainda perdeu um lance na sequência, com Pedro Henrique finalizando para fora, mesmo após a defesa do Fantasma dormir no lance.

Demorou, porém, o Alvinegro deu uma chegada mais perigosa. Diogo Vitor cobrou falta na cabeça de Michel, que não acertou o alvo. Apesar de tudo, aos 27 minutos, o que era ruim, conseguiu piorar. O Lagarto chegou de novo e foi envolvente. Bruninho trabalhou com Lucas que finalizou com qualidade, de primeira, sem chances para Raílson.

Com o placar de 3 a 0, praticamente ficou definido que era a pior partida alvinegra na temporada, e, obviamente, na Série D. O jogo foi ficando morno, Givanildo Sales mudou a equipe e rodou a equipe. Nem assim, o ASA melhorou. Em mais uma chegada fácil, com velocidade, Neto foi lançado entrando na área e só fez finalizar. Raílson tocou nela, porém, a redonda morreu no fundo do gol: 4 a 0.

O placar fechou o caixão do ASA, que conheceu a primeira derrota na Série D de 2022. O Lagarto, por sua vez, venceu a primeira.

Ficha Técnica

Lagarto – Careca; Guilherme Lucena (Jacaré), Davi, Junior Goiano e Marcio Duarte; Natan, Rhuan e Davi Ceará (Ricardinho); Lucas, Bruninho (Tiquinho) e Pedro Henrique (Neto). Técnico: Givanildo Sales

ASA – Raílson; Michel Tiago, Benne (Brumati), Cristian Lucca e Assis; Marcão (Lucas Gaspar), Magal e Bruno Vieira (Gutti); Roger Gaúcho, Xande (Diogo Vitor) e Marcinho (Café). Técnico: Maurício Copertino

Cartões amarelos – Assis (ASA); Pedro Henrique (Lagarto); Bruninho (Lagarto); Marcio Duarte (Lagarto)

Gols – Pedro Henrique (LAG – 35’/1T); Lucas (LAG – 4’/2T); Lucas (LAG – 27’/2T); Neto (LAG – 37’/2T)

Árbitro – Iudiney César Rocha e Silva (CBF/PI)

Assistentes – Renner Lisboa dos Santos (CBF/SE) e Thiago Emanuel Reis de Albuquerque (CBF/SE)

Mais Notícias