Governador anuncia auxílio de R$ 2 mil a desabrigados e desalojados pelas chuvas

 Governador anuncia auxílio de R$ 2 mil a desabrigados e desalojados pelas chuvas

Pei Fon

Pacote de medidas de assistência aos municípios foi divulgado durante videoconferência com prefeitos, no início da manhã desta terça-feira (31)

Fábia Assumpção – Agência Alagoas

O governador Paulo Dantas anunciou, na manhã desta terça-feira (31), um pacote de medidas para dar assistência aos 33 municípios que tiveram decretado estado de emergência por causa das intensas chuvas que atingem o Estado desde a semana passada. O anúncio foi feito durante uma videoconferência com os prefeitos na Sala de Monitoramento, no Palácio República dos Palmares. 

Entre as medidas está o pagamento de um auxílio de R$ 2 mil a cada família desalojada e desabrigada pelas chuvas, que será pago em quatro parcelas de R$ 500,00, nos meses de junho, julho, agosto e setembro. Paulo Dantas assegurou também que o governo realizará, em parceria com os municípios e por meio da Secretaria de Estado de Transporte e Desenvolvimento (Setrand), a reconstrução de pontes, recuperação de pavimentação asfáltica  e em paralelepípedo, e recuperação de estradas vicinais. 

O governo também fará a distribuição de cestas básicas para as famílias desabrigadas e desalojadas.   Até esta terça-feira, o Estado registrava quase 20 mil pessoas que tiveram que deixar suas casas, em 33 municípios de diversas regiões.

“Daremos uma assistência especial a todos os municípios”, garantiu Paulo Dantas. “É o governo do Estado trabalhando de um lado, as prefeituras por seu lado, para que esses benefícios cheguem o quanto antes ao povo alagoano, principalmente às pessoas mais atingidas pelas chuvas”, acentuou.

 Ele confirmou o adiamento do início dos festejos juninos, programados pelo Governo de Alagoas. “Tivemos informação da nossa Sala de Monitoramento, através da Defesa Civil, que até o dia  4 de junho o volume de chuvas ainda será muito grande. Então cancelamos os eventos do dia 1° ao dia 4 de junho. Estamos analisando a intensidade das chuvas e, a partir do dia 4, se continuarem essas chuvas fortes, nós vamos cancelar o São João”, completou o governador.

Grupo de trabalho

Por sugestão dos próprios prefeitos, será criado um grupo de trabalho, coordenado pela Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e com a participação do coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Moisés Melo; a secretária de Estado do Gabinete Civil, Luiza Barreiros, e o coordenador da Assessoria Militar, coronel André Madeiro, para garantir a transparência e a seriedade na distribuição dos benefícios anunciados pelo governo para as famílias que necessitam desses auxílios. “Vamos montar um grupo de trabalho, unindo esforços e integrado com os prefeitos, por meio da AMA, e tudo será encaminhado, auditado com muito cuidado para que esse benefício chegue às pessoas que precisam desse socorro para seguir a vida adiante”, explicou o governador.

Os prefeitos que participaram da reunião agradeceram ao governador Paulo Dantas pelo pronto atendimento do governo do Estado para auxiliar os municípios na reconstrução de estradas e pontes destruídas pelas chuvas e, principalmente, garantir auxílio imediato às famílias que sofrem com a destruição de suas casas.

O presidente da AMA, Hugo Wanderely – prefeito de Cacimbinhas – colocou-se à disposição do governo do Estado para auxiliar os municípios no recebimento dos benefícios governamentais. “Agradecemos ao governo pela preocupação em auxiliar todos os municípios a recuperar os estragos provocados pelas chuvas e também às famílias afetadas por elas”, disse Wanderley.

Alguns prefeitos relataram as perdas que tiveram por causa das chuvas. “Em Traipu não tivemos pessoas desabrigadas, nem desalojadas, mas muitas famílias encontram-se ilhadas por causa da destruição de pontes e estradas”, relatou o prefeito do município, Marcos Santos, salientando a importância da assistência que será prestada ao governo para que as cidades e sua população possam voltar a sua vida normal. As mesmas dificuldades foram relatadas pelos prefeitos de Penedo, Ronaldo Lopes; de Coruripe, Marcelo Beltrão; de Marechal Deodoro, Cláudio Filho (Cacau), durante a videoconferência.

O prefeito de Jacuípe, Júnior Carro Véio, demonstrou sua preocupação com a possibilidade de transbordamento do Rio Jacuípe, que pode aumentar ainda mais o número de desabrigados e desalojados e provocar ainda mais estragos no município.  “Agradecemos essa ajuda do governo do Estado porque será muito importante para a recuperação do nosso município nesse momento tão difícil”, afirmou o prefeito.

Mais Notícias