spot_imgspot_img

Homem sem documentos é atropelado em Maceió, e HGE tenta identificar parentes




Segundo o Serviço Social do hospital, paciente aparenta ter 25 anos e tem tatuagem no braço esquerdo. Ele deu entrada no hospital sem documentos na noite de sábado (3). Vítima de atropelamento, homem sem identificação, está internado no HGE desde o dia 3 de fevereiro
Beatriz Castro/Ascom HGE
O Serviço Social do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, procura por parentes de um homem internado no hospital desde a noite de sábado (3). O paciente chegou ao HGE sem documentos após ser atropelado no bairro do Vergel do Lago e não foi procurado.
Segundo o Serviço Social do HGE, o paciente aparenta ter 25 anos e sofreu traumatismo crânio encefálico (TCE).
De acordo com a assistente social Vanessa Martins, o paciente é moreno, tem cabelo castanho e uma tatuagem grande no braço esquerdo escrito “Deus me abençoe e proteja”.
“A equipe da assistência está realizando todos os procedimentos necessários para a recuperação do paciente. Em paralelo a isso, iniciamos os nossos esforços para encontrar os familiares, descobrir a sua identidade e, principalmente, garantir os seus direitos de cidadão. Nas primeiras 24 horas fizemos contato com alguns órgãos que pudessem ajudar e, em seguida, solicitamos a divulgação de uma Nota de Utilidade Pública nos veículos de imprensa”, afirmou a assistente social.
Para mais informações que possam contribuir a encontrar os familiares do paciente, o Serviço Social do HGE orienta o contato telefônico por meio do número (82) 3315-3285, ou a visita presencial na unidade hospitalar.



Fonte: G1

spot_imgspot_img

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

Padre e companheiro são presos vendendo Viagra e afrodisíacos na Espanha

A Guarda Civil da Espanha prendeu o pároco da Igreja de...

Recalcular decisões de vida é mais difícil para pessoas pobres e negras

"Não foi positivo, mas foi necessário", define o fluminense Flávio Gomes,...

Empresa é condenada após gerente criticar aparência de ex-estagiária

A Justiça do Trabalho condenou uma concessionária de automóveis de Sorocaba...