spot_imgspot_img

Homens armados invadem igreja e chicoteiam cristãos no Níger


O grupo terrorista Fulani é o principal combatente do cristianismo na África nos dias atuais
O grupo terrorista Fulani é o principal combatente do cristianismo na África nos dias atuais| Foto: Pixabay/Matthias Kost

Quatro homens armados invadiram uma igreja na fronteira entre o Níger e Burkina Faso, na África, e agrediram cristãos durante culto com chicotadas.

Segundo relatos de testemunhas à ONG Portas Abertas, que acompanha a situação de perseguição a cristãos no mundo, cada integrante do grupo extremista carregava um rifle, uma faca e um chicote no momento do ataque.

Eles apontaram as armas para os fiéis e, de acordo com as declarações das vítimas, questionaram se “eles não tinham ouvido que atos cristãos eram proibidos naquela região”.

Em respostas, as vítimas disseram que não foram comunicadas da proibição, no entanto os agressores as acusaram de mentirosas e agrediram homens e mulheres presentes na comunidade, incluindo o pastor, que foi o mais ferido na ação violenta.

De acordo com parceiros locais, outras cinco igrejas foram fechadas no vilarejo antes do ataque e agora não resta nenhuma aberta na região.

Voluntários da ONG que atuam nos países afirmam que a maioria dos perseguidores de cristãos é formada por extremistas fulanis, um grupo classificado como terrorista na África, que faz parte do Grande Estado Islâmico do Saara (ISGS, da sigla em inglês).

A insegurança e a violência na região levam muitos religiosos a se deslocarem internamente pelo continente em busca de apoio e liberdade. Os dois países alvos do ataque estão na Lista Mundial de Perseguição 2023, produzida pela Portas Abertas.



Fonte: Gazeta do Povo

spot_imgspot_img

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

Padre e companheiro são presos vendendo Viagra e afrodisíacos na Espanha

A Guarda Civil da Espanha prendeu o pároco da Igreja de...

Recalcular decisões de vida é mais difícil para pessoas pobres e negras

"Não foi positivo, mas foi necessário", define o fluminense Flávio Gomes,...

Empresa é condenada após gerente criticar aparência de ex-estagiária

A Justiça do Trabalho condenou uma concessionária de automóveis de Sorocaba...