domingo, fevereiro 5, 2023
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
HomeBrasilInvasão em Brasília não é problema só do Brasil, diz presidente da...

Invasão em Brasília não é problema só do Brasil, diz presidente da Colômbia

  • Leandro Prazeres
  • Enviado especial da BBC News Brasil a Buenos Aires

Crédito, Matias Martin Campaya/EPA-EFE/REX/Shutterstock

Legenda da foto,

‘Há um problema internacional que são grupos de extrema-direita’, disse Petro à BBC News Brasil

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, disse nesta terça-feira (24/1) que os atos antidemocráticos registrados em Brasília no dia 8 de janeiro não são um problema restrito apenas ao Brasil, mas um fenômeno que acontece em escala global. Ele atribuiu a responsabilidade dos atos registrados no Brasil a grupos de extrema-direita.

“O problema é que não é (um problema) só do Brasil. Há um problema internacional que são grupos de extrema-direita, em escala global e americana, que rompeu com o pacto democrático”, disse Petro à BBC News Brasil após uma entrevista coletiva durante a VII reunião de chefes de Estado da Comunidade de Estados Latinoamericanos e Caribenhos (Celac), realizada nesta terça-feira (24/1), em Buenos Aires.

Petro se referiu à invasão das sedes dos Três Poderes por militantes bolsonaristas que protestavam contra a vitória eleitoral do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) quando vândalos entraram no Palácio do Planalto, no Congresso Nacional e no Supremo Tribunal Federal (STF) e destruíram móveis, equipamentos e danificaram obras de arte.

Petro disse que os grupos que atuaram no Brasil são inspirados em líderes fascistas como Adolf Hitler e Benito Mussolini e que atuam desrespeitando os resultados eleitorais e partindo para a ação direta.

Fonte: Portal G1

NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Publicidade -

ÚLTIMAS