spot_imgspot_img

Justiça decide que Lady Gaga não pagará recompensa por sequestro de cães


Lady Gaga, 37, não precisa pagar o valor de R$ 2 milhões de recompensa pelo de seus cães Koji e Gustav, decidiu a Justiça de Los Angeles, Estados Unidos.

Segundo documentos divulgados pela People, a juíza Holly J. Fujie considerou “insuficientes” as alegações de Jennifer McBride, que entrou um processo em fevereiro deste ano, buscando a recompensa oferecida na época.

O CASO – Jennifer McBride, identificada como cúmplice no sequestro dos cães buldogues da cantora, buscou a Justiça para receber o dinheiro.

De acordo com o TMZ, Jennifer McBride afirma que a cantora deixou claro que iria pagar a recompensa “sem perguntas” se seus cachorros fossem devolvidos ilesos.

Mas em julho deste ano, Lady Gaga obteve uma vitória no tribunal, após um juiz de Los Angeles decidir a favor da cantora.

O juiz rejeitou o pedido de Jennifer McBride porque ela já havia sido presa e acusada em conexão com o roubo de dois dos buldogues franceses da artista.

Mas o advogado de Jennifer alegou, em julho, que Lady Gaga cometeu quebra de contrato e fraude por promessa falsa e má representação, uma vez que a recompensa foi oferecida “sem perguntas” e não foi paga.

A juíza Holly J. Fujie alegou na decisão que devido ao envolvimento de Jennifer no crime, suas alegações se tornaram “legalmente insuficientes em sua totalidade”.

A decisão final da juíza aconteceu depois que McBride teve 20 dias para alterar seu processo, alegando que ela “não estava de forma alguma envolvida no roubo” e apenas “tomou posse” dos cães para devolvê-los, de acordo com os documentos.

De acordo com os documentos, o tribunal agora “considera que nada alegado na [primeira reclamação alterada] altera esta conclusão”.

Assim, a Justiça não permitirá a McBride envie outra reclamação revisada e o caso será encerrado.

SEQUESTRO DOS CÃES – Em fevereiro de 2021, o passeador de cães de Gaga, Ryan Fischer, estava passeando com os três pets da artista em Los Angeles quando vários homens pararam em um carro. Eles roubaram dois cachorros e atiraram em Ryan, que sobreviveu.

Inicialmente, Jennifer McBride, que teria um relacionamento com o pai de um dos homens envolvidos no roubo, alegou que se deparou com os cachorros por acaso na rua e não conhecia o dono. A mulher informou que devolveu os pets a Gaga na estação da Comunidade Olímpica do LAPD em 26 de fevereiro.

Mais tarde, Jennifer foi acusada de roubo por receber os cães roubados e ser cúmplice do crime.

Jennifer foi presa e condenada a dois anos de liberdade condicional depois de não contestar o recebimento intencional de propriedade roubada em dezembro.

A defesa de Gaga argumentou que as alegações de quebra de contrato e fraude de McBride são fundamentalmente falhas.

Eles ressaltaram também que McBride estava ciente de que os cachorros de Gaga foram roubados antes de ela alegar tê-los encontrado e devolvido.



Fonte: TNH1

spot_imgspot_img

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

Padre e companheiro são presos vendendo Viagra e afrodisíacos na Espanha

A Guarda Civil da Espanha prendeu o pároco da Igreja de...

Recalcular decisões de vida é mais difícil para pessoas pobres e negras

"Não foi positivo, mas foi necessário", define o fluminense Flávio Gomes,...

Empresa é condenada após gerente criticar aparência de ex-estagiária

A Justiça do Trabalho condenou uma concessionária de automóveis de Sorocaba...