spot_imgspot_img

Justiça proíbe reintegração de militares flagrando fazendo sexo na Academia da PM de Alagoas


A Justiça de Alagoas proferiu, na quinta-feira 28, uma decisão negando a reintegração dos militares que foram expulsos da Academia de Polícia Militar (PM), em Maceió, depois de terem sido flagrados envolvidos em atividades sexuais nas dependências da corporação. A sentença foi publicada no Diário Eletrônico do Judiciário alagoano. 

O caso aconteceu em junho deste ano, resultando na expulsão dos cadetes. Ambos estavam matriculados no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar de Alagoas e tiveram sua expulsão oficializada por meio do boletim geral ostensivo em 13 de setembro. 

+ Economia dos EUA pode parar a partir de domingo

Os militares recorreram à Justiça de 1º grau alegando que a punição “se deu de forma manifestamente contrária às provas constantes dos autos do Processo Administrativo Disciplinar Simplificado”. 

O responsável pela investigação dos fatos recomendou que o casal apenas fosse desligado do curso de formação. No entanto, o coronel Paulo Amorim, comandante da PM, discordou da recomendação e optou pela expulsão dos militares. 

Leia também: Deltan Dellagnol se filia ao Partido Novo





Fonte: R7

spot_imgspot_img

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

Padre e companheiro são presos vendendo Viagra e afrodisíacos na Espanha

A Guarda Civil da Espanha prendeu o pároco da Igreja de...

Recalcular decisões de vida é mais difícil para pessoas pobres e negras

"Não foi positivo, mas foi necessário", define o fluminense Flávio Gomes,...

Empresa é condenada após gerente criticar aparência de ex-estagiária

A Justiça do Trabalho condenou uma concessionária de automóveis de Sorocaba...