spot_imgspot_img

Macron propõe “suspensão gradual” de sanções da UE contra Venezuela se Maduro cumprir acordo com a oposição



O presidente da França, Emmanuel Macron, conversou por telefone nesta quarta-feira (29) com o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, e lhe propôs que a União Europeia (UE) “suspenda gradualmente” as sanções impostas ao país sul-americano, caso o regime venezuelano cumpra os compromissos que assinou com a oposição em outubro deste ano.

Esses compromissos incluem a “realização
de eleições presidenciais livres e justas em 2024”, a “libertação de presos
políticos” e o “respeito aos direitos humanos”.

Macron também ofereceu a
colaboração da França para contribuir com um fundo social administrado pelas
Nações Unidas para ajudar a população civil da Venezuela, que sofre com a grave
crise econômica e humanitária, agravada pela ditadura chavista. O presidente
francês afirmou que “continuará mantendo contatos” com o regime e a oposição da
Venezuela para “apoiar o processo de diálogo e reconciliação nacional”.

A iniciativa de Macron ocorre após os Estados Unidos aliviarem as sanções ao setor de petróleo, gás e ouro da Venezuela por seis meses, em reconhecimento ao acordo alcançado em Barbados entre o regime de Maduro e a Plataforma Unitária Democrática (PUD), que reúne os principais partidos de oposição do país sul-americano. (Com Agência EFE)



Fonte: Gazeta do Povo

spot_imgspot_img

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

Padre e companheiro são presos vendendo Viagra e afrodisíacos na Espanha

A Guarda Civil da Espanha prendeu o pároco da Igreja de...

Recalcular decisões de vida é mais difícil para pessoas pobres e negras

"Não foi positivo, mas foi necessário", define o fluminense Flávio Gomes,...

Empresa é condenada após gerente criticar aparência de ex-estagiária

A Justiça do Trabalho condenou uma concessionária de automóveis de Sorocaba...