Motorista de app baleada após sequestro tem estado de saúde grave

 Motorista de app baleada após sequestro tem estado de saúde grave

Foto: Reprodução / Instagram

TNH1

É grave o estado de saúde da jovem Alayne da Silva Oliveira, de 28 anos, motorista de aplicativo, que foi encontrada amarrada nesta segunda-feira (20) depois de ter sido sequestrada e baleada, na noite desse domingo (19). A informação é da assessoria de comunicação do Hospital Geral do Estado (HGE).

A motorista deu entrada no HGE às 8h53 da manhã desta segunda, e está em atendimento na Área Vermelha.

Antes de ser transferida para o HGE, Alayne Oliveira foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Benedito Bentes.

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que realizou a transferência, a jovem foi encaminhada intubada e com uma bala alojada na cabeça, além de fratura na mão esquerda.

Segundo familiares,  Alayne Oliveira sofreu uma parada cardíaca ainda na UPA, o que atrasou a transferência para o HGE, onde ela foi encaminhada ao centro cirúrgico.

O caso – A motorista por aplicativo, Alayne Oliveira foi baleada na cabeça depois de ter sido sequestrada por criminosos, no Benedito Bentes, na noite desse domingo (19).  De acordo com famuiliares, uma mulher e três homens são suspeitos do crime e não há informações sobre prisões até o momento.

Mais Notícias