spot_imgspot_img

Motorista de creche pode responder por corrupção de menor e registro não autorizado de intimidade


O motorista de uma creche, no bairro de Ouro Preto, em Maceió, que foi denunciado na última semana por aliciamento de uma menina de oito anos para conseguir imagens íntimas da mãe dela, em troca de chocolate, pode responder por corrupção de menores e por registro não autorizado de intimidade. O homem deve prestar depoimento nos próximos dias e o inquérito segue em andamento.

A delegada Teíla Rocha, titular da Delegacia Especial dos Crimes Contra Crianças e Adolescentes, confirmou à reportagem da TV Pajuçara que a vítima, mãe da criança, e testemunhas, foram ouvidas no fim da semana passada, e mais pessoas vão prestar depoimento ao longo da última semana de novembro. O denunciado, porém, não tem data marcada para o interrogatório. 

“É possível que outros crimes de outra natureza possam ter sido cometidos, e é importante que a polícia saiba quem são as outras possíveis vítimas para dar continuidade às diligências. Ele pode responder por corrupção de criança e por registro não autorizado de intimidade dessa mãe”, disse. 

Os detalhes passados pela vítima em depoimento foram os mesmos que ela havia divulgado pela internet. “A mãe fez o registro do B.O. no dia 23. Na oportunidade, ela relatou que tinha visto a filha mantendo contato com o motorista que a levava para a creche. Quando viu do que se tratava a conversa, ela viu que tinham vídeos feitos pela criança e encaminhados para o motorista. Vídeos dela sem roupa. Então quando ela confrontou a criança, a menina disse que ele pediu para que ela fizesse filmagens da mãe sem roupa, em troca de chocolates”, afirmou Teíla Rocha.

“Já colhemos a prova da materialidade e temos um prazo para finalizar o inquérito […] As conversas dele com a criança, e os vídeos que ele pediu para que ela gravasse […] As diligências continuam porque é possível que ele tenha cometido outros crimes com outras crianças que ele levava para a creche”, continuou a delegada.

Ao repórter Bruno Protasio, Laiane Dias, mãe da criança e vítima do motorista, destacou que cobrou explicações do homem. “Ele é tão psicopata que não tem noção da proporção do que fez. Ele assumiu para a gente o que tinha feito. Eu disse: “Que liberdade eu lhe dei para você pedir isso para a minha filha? Com quantas você já fez? Meu contato com você era absolutamente profissional”. Ele disse que fez com nenhuma. E eu perguntei: “Por que foi comigo? Ele disse que “só” fez isso. Ele disse “só”. Ele acha que é “só” aliciar minha filha em troca de chocolate para conseguir foto minha. Quais seriam os próximos pedidos, então?”, questionou.

“Eu pedi para ele apagar minhas imagens do celular dele, mas com certeza elas foram transportadas para outro local. Aí me dirigi até a creche, e a mulher dele apareceu, aí eu a chamei, e ela olhou para mim e disse que devia tá tendo um mal entendido. Ou ela é muito alienada ou é conivente com a situação”, complementou.

Entenda o caso – O motorista que presta o serviço de transportar crianças de uma creche em Maceió foi denunciado por aliciamento de uma criança de oito anos para conseguir imagens da mãe dela em troca de chocolates. A mulher descobriu que tinha sido fotografada pela filha ao pegar o celular da menina e, após fazê-la explicar o motivo, registrou o Boletim de Ocorrência contra o homem no último dia 23. A Polícia Civil confirmou, na tarde de sábado, 25, que o inquérito foi aberto para apurar a denúncia.

Pelas redes sociais, a mãe compartilhou prints e mostrou que tinha comparecido em delegacia para ser ouvida pelas autoridades. “Como mãe hoje deixo meu relato, não deem celular aos seus filhos. Por mais que seja necessário contato devido à correria do dia. “O mundo está louco, doente! Há um ano tenho a necessidade de deixar minha filha em uma creche. Onde foi fechado um pacote com a creche, que incluía o transporte. O motorista da creche é um idoso, aparentemente um homem de bem, mas o mesmo aliciou minha filha para conseguir imagens minhas em troca de chocolates”, iniciou.

“E pasmem, ela enviou. Ela trabalhou muito para conseguir a confiança dela durante esse tempo. Depois de enviado, ele induziu para que ela apagasse e ainda me elogiou. Nojo! Mas, ela apagou da conversa e não da galeria”, continuou a mãe.



Fonte: TNH1

spot_imgspot_img

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

Barcelona desperdiça chances e acaba castigado com o empate do Napoli na Liga dos Campeões

O Barcelona tinha tudo para celebrar uma boa vitória em visita...

Seminfra orienta ciclistas sobre uso da ciclovia na Fernandes Lima em dias de chuva

Projetada respeitando todos os parâmetros estabelecidos pelo Conselho Nacional de Trânsito...

Caixa Econômica Federal abrirá concurso com 4.000 vagas; veja áreas

O presidente da Caixa Econômica Federal, Carlos Antônio Vieira, anunciou nesta...