“Não são torcedores, são marginais”, diz presidente do CSA sobre ameaças de morte

 “Não são torcedores, são marginais”, diz presidente do CSA sobre ameaças de morte

Foto: Ascom CSA

TNH1

Após tentarem invadir o local de treinamento da equipe durante protesto realizado na manhã desta segunda-feira, 1°, torcedores do CSA picharam o muro da residência do presidente do clube, Omar Coêlho, e proferiram mensagens em tom de ameaça ao mandatário. O vandalismo e as ameaças foram confirmadas pelo próprio presidente durante entrevista ao programa esportivo Pajuçara Futebol Clube, da Rádio Pajuçara FM, no início da noite desta segunda.

Omar Coêlho disse lamentar o acontecimento e enfatizou que os autores das ameaças são ‘marginais e não torcedores’.

“Eu lamento apenas o fato desses vândalos dizerem que são torcedores, porque eu não acredito que eles sejam torcedores do CSA, eles são marginais. Eles se escondem nas torcidas organizadas, e isso é lamentável! Mas se eles pensam que isso me intimida, isso não me intimida de forma alguma, pelo contrário, nos motiva a continuar trabalhando, porque sabemos o que estamos fazendo pelo CSA.  Nós estamos melhorando o clube, melhorando o que já encontramos, e esses resultados adversos já aconteceram no passado e vão acontecer no futuro. Agora, cabe a nós apenas corrigir o rumo do time e vencer as partidas”, disse Coêlho.

Sobre a fase ruim do time azulino, o presidente afirmou que não há nada internamente que possa atrapalhar o desempenho do time. ‘Não há nada internamente que tenha atrapalhado as relações nos vestiários. Estão surgindo boatos e que têm a intenção de nos desestabilizar, mas o CSA vive de forma tranquila e lamentavelmente os resultados não estão saindo. Mas temos a convicção de que as coisas vão começar a fluir”. 

Com 11 empates, sete derrotas e apenas três vitórias, o CSA soma apenas 20 pontos em 21 rodadas disputadas na Segundona. O clube, que vem de uma derrota em casa para a equipe do Ituano, ocupa a 17° posição do campeonato, sendo o primeiro time a abrir a zona de rebaixamento para a Série C do Brasileiro.

Na próxima rodada o azulino enfrentará fora de casa o Bahia,  3° colocado na classificação da Série B, em jogo válido pela 22° rodada da competição. Em partida válida pelo primeiro turno, as equipes se enfrentaram no Trapichão, em Alagoas, e a partida terminou empatada.

Mais Notícias