sábado, novembro 26, 2022
HomeMundoONU aprova investigação sobre resposta violenta do governo a protestos no Irã

ONU aprova investigação sobre resposta violenta do governo a protestos no Irã

Como você se sentiu com essa matéria?

Manifestantes em Genebra cobraram abertura de investigação pelos abusos cometidos pelo regime iraniano contra as manifestações pela morte de jovem por “uso inadequado” do véu islâmico| Foto: EFE/EPA/MARTIAL TREZZINI

O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas decidiu
nesta quinta-feira (24) criar uma missão para investigar a repressão do governo
do Irã aos protestos iniciados há dois meses.

O país vive uma onda de manifestações desde a morte de Mahsa Amini, uma jovem de 22 anos da cidade curda de Saqez que morreu em 16 de setembro em Teerã após ser presa e agredida por policiais por “uso inadequado” do hijab, o véu islâmico. A moção para que a repressão fosse investigada foi aprovada com 25 votos a favor, seis contrários e 16 abstenções em sessão especial em Genebra.

O chefe de direitos humanos da ONU, Volker Türk, havia
pedido a investigação independente sobre a violência contra os manifestantes no
Irã, alegando que o “uso desnecessário e desproporcional da força” deveria ter
fim no país.

Segundo a ONG Iran Human Rights, sediada na Noruega, pelo
menos 416 pessoas, incluindo 51 crianças e 27 mulheres, haviam sido mortas
pelas forças de segurança iranianas nos protestos realizados em todo o país até
o início desta semana.

Outra frente na repressão aos protestos tem sido os processos contra os manifestantes, alvos de várias condenações judiciais, seis delas à pena de morte.

Fonte: Gazeta do Povo

NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Publicidade -

ÚLTIMAS