Polícia Civil diz que criminosos sabiam de falhas de segurança do apartamento de Carlinhos Maia

 Polícia Civil diz que criminosos sabiam de falhas de segurança do apartamento de Carlinhos Maia

Em coletiva de imprensa realizada no início da tarde desta segunda-feira (30), a Polícia Civil de Alagoas informou que está em buscas de suspeitos, provavelmente um homem e uma mulher, que invadiram o apartamento do empresário e influencer alagoano Carlinhos Maia, na madrugada desse domingo (29), no bairro de Cruz das Almas, em Maceió.

“Várias são as hipóteses. Nada é descartado. Existe uma linha de investigações de que informações sobre o apartamento foram vazadas. Não quer dizer que possa ser alguém próximo ao Carlinhos. A princípio, eles teriam entrado por um muro. Os depoimentos estão sendo colhidos neste momento: funcionários e seguranças do local”, disse o delegado Thales Araújo, da Divisão de Inteligência. 

O delegado Lucimério Campos reforçou a tese. “Alguns equipamentos de segurança não estavam gravando e os criminosos sabiam disso. O quarto foi completamente revirado e alguns itens estavam em um cofre”, confirmou Lucimério, acrescentando que o valor exato só pode ser confirmado com a assessoria de comunicação do influenciador.

A p”Nessa situação, houve dois arrombamentos. A porta de entrada do apartamento e uma segunda porta, que era trancada, tinha uma tranca inclusive mais forte que a primeira. Eles entraram no prédio, possivelmente, explorando uma falha de segurança em um dos muros laterais. Eles não entraram pelas entradas convencionais do prédio. Ainda estamos averiguando para ter 100% de certeza as rotas de entrada e saída. Não passaram pela portaria. A gente inclusive verificou as filmagens da entrada da portaria durante toda a madrugada e só moradores que entraram e saíram por lá”. 

(Havia câmera interna no apartamento?) Não, só havia uma câmera. Isso é um detalhe, inclusive, que tem apenas uma câmera no corredor e outra na frente da porta do Carlinhos Maia, as duas foram viradas. (Qual câmera captou o momento que os suspeitos saem?) Foram câmeras da garagem, mas elas pegam a imagem bem distante, dá para a gente identificar silhuetas mais ou menos de entrada e saída, mas são câmeras distantes do local. As imagens que foram possíveis colher não fornecem muitos elementos, o que dá para a gente ver é que possivelmente eles estavam todos cobertos e usando luva, o que dificulta possivelmente a coleta de material”, afirmou o delegado.

Ainda de acordo com as autoridades, os suspeitos demoraram cerca de uma hora no local do crime. “Na saída, você consegue ver eles carregando alguns objetos. A gente consegue ver nessa dinâmica toda o momento em que eles passam por dentro do prédio e quando eles passam de volta pelo mesmo local, uma hora, uma hora e pouco depois”. 

Fuga e DNA – (Como eles saíram? Tinha algum carro dando apoio?) Isso ainda vai ser divulgado no momento oportuno. (Material genético colhido) Com certeza é muito difícil separar o que foi colhido, como era um ambiente de muita manipulação, era no caso um closet, banheiro, armário, fica complicado afirmar com certeza o que foi possível colher. Foram colhidos digitais e análises de swab, coleta, para se houver suor durante a manipulação dos objetos que eles estavam buscando a serem furtados, se houver contato de suor, isso foi colhido”. 

Carlinhos Maia foi avisado do crime por vizinho – O advogado Luiz Gusman, que representa o influenciador, informou que tanto Carlinhos quanto o marido dele, Lucas Guimarães, devem retornar para a capital na próxima semana já que o primeiro se recupera de cirurgia, em Aracaju, e o companheiro está em viagem fora do país. O humorista soube do furto após um vizinho entrar em contato.

Segundo Gusman, Carlinhos Maia ficou transtornado quando foi informado sobre o crime, mas está bem. “A gente tem acompanhado os trabalhos que a polícia vem desenvolvendo e vimos que há possibilidades, dentre elas, que o crime pode ter sido cometido por pessoas próximas. Ele ainda não falou com ninguém porque se recupera da cirurgia”, afirmou.

Com trechos da entrevista do delegado Thales Araújo ao TNH1.

Mais Notícias