Polícia inicia buscas por suspeitos de tentativa de latrocínio contra motorista de app

 Polícia inicia buscas por suspeitos de tentativa de latrocínio contra motorista de app

Reprodução/Instagram

TNH1

A Polícia Civil de Alagoas está em busca dos suspeitos da tentativa de latrocínio contra uma motorista de transporte por aplicativo em Maceió. O delegado Leonardo Assunção, da Delegacia Especializada de Roubos da Capital (DERC) e que vai ficar à frente do inquérito, confirmou que os policiais já estão em diligências para localizar os criminosos ainda nesta segunda-feira, 20.

A motorista Alayne da Silva Oliveira, 28 anos, foi baleada na cabeça e nas costas, e localizada por policiais militares por volta das 5h30 da manhã depois de uma madrugada de buscas. A denúncia foi feita por colegas de profissão, de que a mulher teria sido sequestrada após uma corrida com início no bairro de Ponta Verde, e que se encerraria no Parque dos Caetés, no Benedito Bentes.

“Estamos juntando elementos que possam ajudar na investigação”, limitou-se o delegado, que ainda destacou a possibilidade da população ajudar no trabalho dos investigadores por meio do Disque Denúncia, de número 181.

Segundo familiares de Alayne, uma mulher entrou no carro da vítima como passageira no bairro de Ponta Verde após solicitar a corrida pelo aplicativo. Ao chegar no Benedito Bentes, bairro colocado como destino da viagem, homens teriam abordado a condutora e anunciado o assalto.

“A apuração ainda está em fase inicial, e que, por isso, não adiantará sobre seu andamento, afim de não atrapalhar as investigações. Acrescentou que tão logo tenha algo, que possa ser divulgado, a imprensa terá as devidas informações por meio da Assessoria de Comunicação (Ascom) da Polícia Civil”, consta em trecho de nota da Polícia Civil sem fornecer detalhes da quantidade de suspeitos.

Mais cedo, o irmão de Alayne, identificado como Alan Oliveira, contou ao TNH1 que cartões de crédito foram roubados e saques já foram realizados pelos criminosos. A quantia retirada não foi divulgada. Já o carro da vítima foi encontrado e apreendido no bairro Levada, após rastreamento da empresa responsável.

Alayne segue internada no HGE, no bairro Trapiche, em estado grave. Ela foi submetida a um procedimento cirúrgico já que uma bala ficou alojada na cabeça.

O caso – A motorista de transporte por aplicativo foi baleada na cabeça depois de ter sido sequestrada por criminosos durante assalto em Maceió, no fim da noite desse domingo, 19. A mulher foi encontrada com vida numa estrada de barro no Benedito Bentes, parte alta de Maceió. Uma mulher e três homens são suspeitos do crime e não há informações sobre prisões até o momento.

Em contato com o TNH1, o irmão da vítima, Alan Oliveira, contou que Alayne foi localizada por policiais militares em um canavial, a cerca de seis quilômetros da Usina Cachoeira do Meirim, por volta das 5h30 da manhã. O carro da motorista foi apreendido no bairro Levada.

Mais Notícias