Prefeito JHC entrega premiação do Campeonato Brasileiro de Surf e reforça incentivo ao esporte na capital

 Prefeito JHC entrega premiação do Campeonato Brasileiro de Surf e reforça incentivo ao esporte na capital

Prefeito JHC durante entrega de prêmios do CBSurf, no Pontal da Barra. Foto: Itawi Albuquerque / Secom Maceió

Maceió foi sede do Campeonato que reuniu mais de 200 participantes

Secom Maceió e Ascom Semtel

O prefeito de Maceió, JHC, entregou neste domingo (12) a premiação do Campeonato Brasileiro de Surf Profissional da Primeira Divisão, que foi realizado no Pontal da Barra e reuniu mais de 200 atletas. O evento marca o retorno de torneios brasileiros após 10 anos sem acontecer. Durante a premiação, o gestor agradeceu os apoiadores por escolher Maceió para sediar a primeira etapa da competição e reforçou o incentivo da capital ao esporte.

“Agradeço a todos os apoiadores por escolher Maceió. Corremos bastante para realizar esse evento, sabemos a importância que o surf tem para nossa história e nossa cultura. Foram sete dias de ondas para praticar o surf e explorar esse esporte. E a gente fica feliz de sediar, ser exemplo nesse grande evento. Ano que vem será ainda maior, vamos mostrar que temos surf de qualidade, evento de qualidade e que estamos alavancando ainda mais nossa cidade”, frisou JHC.

De acordo com o presidente da Confederação Brasileira de Surf, Teco Padaratz, o evento teve de 30 a 40 mil pessoas acompanhando o torneio pela internet. Foto: Itawi Albuquerque / Secom Maceió
De acordo com o presidente da Confederação Brasileira de Surf, Teco Padaratz, o evento teve de 30 a 40 mil pessoas acompanhando o torneio pela internet. Foto: Itawi Albuquerque / Secom Maceió

O presidente da Confederação Brasileira de Surf, Teco Padaratz, agradeceu o apoio do Município na realização do evento.

“É um prazer enorme estar aqui agora, prestigiando a primeira etapa de todos os circuitos de 2022. Fomos muito bem recebidos pelo prefeito e por toda comunidade, me senti em casa, um filho da terra. De todos os dias de evento tivemos de 30 a 40 mil pessoas assistindo pela web. Obrigado por apostar no nosso esporte”, agradeceu.

Evento reuniu mais de 200 participantes e marca retorno de torneios brasileiros após 10 anos. Foto: Itawi Albuquerque / Secom Maceió
Evento reuniu mais de 200 participantes e marca retorno de torneios brasileiros após 10 anos. Foto: Itawi Albuquerque / Secom Maceió

O surfista profissional do circuito mundial de surf, Otávio Lima, da Paraíba, falou sobre a experiência de competir em Maceió.

“O CBSurf está sendo um sucesso total em Maceió. Tivemos uma semana inteira de ondas, uma boa condição de surf. A praia do Pontal é um lugar com uma consistência incrível de ondas. Por isso, temos todo o interesse de voltar à capital para um grande evento aquático como esse”, disse.

“O CBSurf é um evento importantíssimo para o esporte de Maceió. Estávamos há dois anos sem atividade devido à pandemia da Covid-19. Então, Maceió sediar a etapa de abertura da competição aqui no bairro do Pontal é muito importante, não só a nível local, mas também nacionalmente. Atletas de todos os estados do país vieram para cá. Deixamos aqui o nosso agradecimento à CBSurf e a todos os envolvidos para o sucesso deste evento”,  destacou Francisco Carlos do Nascimento, diretor de esportes da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel).

Principal torneio de surf do Brasil

Pela categoria feminina, Tainá Hinckel, de Santa Catarina, sobrou nas águas e conquistou o título, ganhando da carioca Yanca Costa. Representando o time masculino, Mateus Senas, do Rio Grande do Norte, venceu o cearense Messias Félix na grande decisão.

Foto: Itawi Albuquerque / Secom Maceió
Foto: Itawi Albuquerque / Secom Maceió

Os dois campeões, assim como os terceiros colocados de cada grupo, subiram ao pódio e receberam uma gratificação financeira como forma de incentivo e à valorização da modalidade esportiva.

O CBSurf é o principal torneio de surf do Brasil. A competição é disputada em seis etapas e serve para esboçar a base da seleção brasileira que vai competir o pan-americano e as olimpíadas. Além da premiação financeira, o torneio oferece cursos para capacitação de instrutores de Escolas de Surf.

Mais Notícias