Primo mata bebê de 11 meses e fere mais 4 pessoas da mesma família, em Brumadinho, na Grande BH

 Primo mata bebê de 11 meses e fere mais 4 pessoas da mesma família, em Brumadinho, na Grande BH

Segundo boletim de ocorrência, Eduardo Jorge Pinto, de 28 anos, confessou crime a policiais após ser preso.

Por Guilherme Pimenta e Renato Paim, g1 Minas — Belo Horizonte

Uma criança de 11 meses morreu e quatro jovens ficaram feridos por disparos feitos por um primo na noite dessa terça-feira (23), em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o boletim de ocorrência, Eduardo Jorge Pinto, de 28 anos, confessou o crime a policiais logo após ser preso.

Eduardo também disse, conforme consta no BO, que tem problema com drogas e que a motivação do crime seria uma represália pela tentativa de internação compulsória dele para tratamento do vício. Ele já tem outras passagens pela polícia.O homem, segundo a polícia informou, chegou à casa da família, no bairro Tijuco, no início da noite. Ele estava pilotando uma motocicleta vermelha quando parou em frente à residência e conversou, em tom de ameaça, com os primos. Eduardo teria dito: ‘Hoje vocês vão ver quem eu sou!’.

Depois da ameaça, Eduardo deixou a casa e, em seguida, voltou armado. Ele atirou contra cinco primos, com idade entre 11 meses e 25 anos.

Primeiro, os disparos foram contra uma adolescente de 15 anos que estava na porta da casa. Os demais jovens que estavam junto dela correram para dentro do imóvel. Eduardo os perseguiu e baleou dois deles, de 14 anos, e também o bebê Enzo Gabriel Ambrósio, que não resistiu e morreu. A criança completaria um ano no mês de setembro.

Yoná Micaella

Mais Notícias