Rússia está “muito preocupada” com contra-ataque em Kharkiv, diz Ucrânia

 Rússia está “muito preocupada” com contra-ataque em Kharkiv, diz Ucrânia

Soldado ucraniano em frente a tanque russo destruído em Kharkiv Reuters

Forças Armadas russas reuniram cerca de 20 batalhões táticos em Belgorod, próximo à fronteira

Tim Listerda CNN

A Rússia reuniu cerca de 20 grupos táticos de batalhão em Belgorod – cidade russa perto da fronteira com a Ucrânia– e está preocupada com a possibilidade de contra-ataques ucranianos, de acordo com um alto funcionário do governo da Ucrânia.

“De acordo com o Estado-Maior [das forças armadas ucranianas], eles estão muito preocupados com nossa contra-ofensiva na região de Kharkiv, no norte da região, para ser mais preciso”, disse Vadym Denysenko, assessor do ministro do Interior da Ucrânia à televisão do país.

Os militares russos, no entanto, têm força suficiente para outro ataque na área, disse Denysenko.

As batalhas mais ativas desta quarta-feira (11) são mais ao sul, disse o assessor, “na direção de Luhansk. Em Rubizhne, Severodonetsk”.

Ele negou uma alegação do Ministério da Defesa da Rússia na terça-feira (10) de que as forças russas teriam chegado à fronteira de Luhansk.

Os russos estão tentando invadir o sul de Izium para tomar outras partes da região de Donetsk, mas há pouco movimento no terreno. “Na direção de Izium, eles realizam um reconhecimento aéreo bastante massivo, antes de tudo. Há maior uso de drones do que aviação”, disse Denysenko.

Mais Notícias