Sachsida assume Minas e Energia e agradece a Bolsonaro e Guedes

 Sachsida assume Minas e Energia e agradece a Bolsonaro e Guedes

Adolfo Sachsida, novo ministro de Minas e Energia Edu Andrade/Ascom/ME

Em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira (11), Bento Albuquerque foi exonerado, a pedido, e Adolfo Sachsida foi nomeado para o cargo

Redação com CNN Brasil

Em entrevista à CNN, o novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida disse que está diante do maior desafio da sua vida. Sem entrar em detalhes sobre a troca repentina no comando da pasta. Na oportunidade, aproveitou para agradecer ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pela confiança, ao ministro Paulo Guedes pelo apoio de mais de 3 anos nos Ministério da Economia e peço a graça de Deus para estar à frente desse desafio que é o maior da minha carreira profissional. Agradeço também ao ministro Bento Albuquerque pelo trabalho até aqui executado”, disse Sachsida em seu primeiro dia de ministro.

Novo ministro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) alterou o comando do Ministério de Minas e Energia nesta quarta-feira (11).

Em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU), Bento Albuquerque foi exonerado, a pedido, e Adolfo Sachsida foi nomeado para o cargo.

Sachsida era chefe da Assessoria Especial de Estudos Econômicos do Ministério da Economia.

Doutor em Economia e advogado, o novo ministro é autor de vários livros e artigos técnicos sobre política econômica, política monetária, política fiscal, avaliação de políticas públicas, e tributação.

Também foi professor em universidades brasileiras, como a Universidade Católica de Brasília, e do exterior, como a Universidade do Texas nos Estados Unidos.

Bento Albuquerque foi nomeado para o Ministério de Minas e Energia em novembro de 2018 e era um dos poucos ministros restantes do quadro inicial do governo federal.

Mais Notícias