Segurança Pública reforça policiamento durante festejos juninos em todo Estado

 Segurança Pública reforça policiamento durante festejos juninos em todo Estado

Ascom SSP

Ações preventivas e de combate a possíveis delitos estão sendo realizadas durante festas

Roberison Xavier / Ascom SSP

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) deu início ao planejamento operacional com o objetivo de garantir a promoção dos festejos juninos em todo o Estado de Alagoas. Tanto na capital, quanto no interior, as forças de segurança estão reforçando os trabalhos ostensivos e preventivos contribuindo para a tranquilidade da população e inibindo possíveis delitos.

Equipes de batalhões da Polícia Militar, que integram o Comando de Policiamento do Interior (CPI), como o 9º BPM, colocaram em prática um forte planejamento durante a realização do Forrogaço, que ocorreu entre os dias 3 e 5 de junho, no município de Piranhas, Sertão. Os trabalhos foram coordenados pelo comandante do CPI, coronel Wilson da Silva.

Em Maceió, os shows começaram na última terça-feira (7), no conjunto Eustáquio Gomes, no bairro Cidade Universitária. Para garantir o sossego de quem esteve curtindo as apresentações nesses dois dias, o Comando de Policiamento da Capital (CPC) empregou guarnições extras do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope); do Batalhão da Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (Rotam) e do Regimento de Polícia Montada Dom Pedro I (RPMon), além dos policiais do Batalhão de Polícia de Guardas (BPGd), que é o responsável pelo patrulhamento rotineiro na região.

Trabalho preventivo

Esse incremento nas rondas ostensivas no entorno do local onde está acontecendo o “Arraiá Jacinto Silva”, no bairro do Eustáquio Gomes, segue até esta quinta (9), quando os festejos serão encerrados por lá. As ações até agora já mostraram resultados e de acordo com o comandante do CPC, coronel Walter do Valle, o objetivo é manter o trabalho preventivo em todos os eventos que ainda serão realizados, também contando com equipes do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e do Batalhão de Polícia Escolar (BPEsc) e de unidades administrativas da PM.

“Estamos trabalhando duro para manter a ordem antes, durante e após as apresentações. Estive acompanhando in loco o início dos shows, muita gente marcou presença, mas não tivemos nada de grande vulto reportado nem pelas nossas equipes, nem pelo pessoal que está auxiliando com a segurança interna. Houve apenas uma prisão por desacato já no encerramento do primeiro dia. Estamos com o policiamento presente e pedimos que as pessoas se divirtam com tranquilidade”, disse o oficial.

Pelo menos 15 eventos públicos e particulares foram catalogados pelo CPC para acontecer em Maceió até o início do mês de julho. Todo o trabalho de planejamento também contou com a parceria da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBMAL) e o Ministério Público Estadual (MPE), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor. Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi firmado entre as instituições, órgãos municipais e estaduais e os organizadores dos eventos.

No documento, ficou definido que as festas privadas ocorrerão das 20h às 2h e para os eventos públicos o horário foi convencionado das 20h às 5h. Todos os eventos precisarão de autorização prévia da prefeitura e do Corpo de Bombeiros. O TAC ainda assegurou a instalação de banheiros químicos, proibiu venda de churrasquinhos em espetos e de bebidas em garrafas e o uso de copos de vidros e limitou a quantidade de decibéis dos sons, sendo 85 para eventos privados e 90 para os shows maiores.

Sobre os eventos realizados no interior do Estado, as orientações seguem as diretrizes acordadas com os órgãos de cada cidade. Vale ressaltar que alguns municípios cancelaram os festejos juninos por causa das fortes chuvas que caíram nos últimos dias.

Reforço

 A Polícia Civil também vai manter as delegacias regionais com escaladas de plantão no interior do Estado. Na capital, haverá reforço de policiais na Central de Flagrantes nos dias em que tenha um maior número de eventos na cidade, visando facilitar o trabalho, como, por exemplo, da confecção do registro de Boletim de Ocorrência (BO). “Vale reforçar que o cidadão ainda pode contar com a praticidade ao utilizar da Delegacia Virtual podendo fazer o BO até mesmo de casa, inclusive por meio do celular”, afirmou o delegado-geral, Gustavo Xavier.

As demais unidades da PC, como a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Gerência de Recursos Especiais (GRE), que englobam setores como Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC), Seção Antissequetro (SAS), Delegacia de Crimes Cibernéticos, Seção de Roubo a Banco (SERB) e Tático Integrado de Grupos Especiais (Tigre) e alguns outros setores da instituição vão continuar funcionando normalmente com suas equipes plantonistas. A Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit) continua com seu trabalho em escala de 24 horas, todos os dias, em Maceió, inclusive também com a confecção de Boletim de Ocorrência.

Em situações de flagrantes ou irregularidades, a população pode acionar a Polícia Militar através do 190 e denúncias sobre ilícitos devem ser informados através número 181.

Mais Notícias