SSP cumpre 23 mandados contra organizações criminosas em Maceió, Rio Largo e Murici

 SSP cumpre 23 mandados contra organizações criminosas em Maceió, Rio Largo e Murici

Ascom SSP

Mandados estão sendo cumpridos durante duas operações denominadas de Terra Prometida e Penumbra

Vanessa Siqueira / Ascom

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) coordenou, nesta terça-feira (21), duas operações integradas com objetivo de desarticular duas organizações criminosas envolvidas com tráfico de drogas e outros crimes. Ao todo, serão cumpridos 12 mandados de prisão e 11 de busca e apreensão em Maceió, Rio Largo e Murici.  As operações foram denominadas Terra Prometida e Penumbra.

Até o momento, oito pessoas foram presas e estão sendo levadas para a Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), da Polícia Civil. Do total de prisões, uma ocorreu em Murici e as demais em Maceió. Uma arma de fogo, aproximadamente oito quilos de crack e 300 comprimidos de Rohypnol também já foram apreendidos.

A operação Penumbra é coordenada pela SSP e pelo Ministério Público do Estado (MPE), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). Na ação, serão cumpridos seis mandados de prisão e cinco de busca e apreensão em Maceió e Murici.

A ação é fruto de um trabalho investigativo realizado em parceria com o Comando de Policiamento da Capital (CPC) e o Batalhão de Trânsito (BPTran). Os alvos da operação fazem parte de uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas, roubo de veículos e posse/porte de arma de fogo. Eles também comercializavam armas roubadas e veículos adquiridos de forma ilegal.

A operação ganhou o nome de Penumbra pelo fato de as atividades ilícitas serem praticadas durante a madrugada, uma estratégia dos criminosos para não serem surpreendidos pelas forças policiais.

Já a operação Terra Prometida é um trabalho conjunto entre a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) e o Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv), da Polícia Militar. A ação cumpre seis mandados de prisão e seis de busca e apreensão em Maceió e Rio Largo.

Segundo as investigações realizadas, a organização criminosa atuava na prática dos crimes de tráfico de drogas, porte ou posse ilegal de arma de fogo. A operação ganhou o nome de Terra Prometida, pois o líder iniciou suas atividades criminosas pelo bairro do Canaã, em Maceió. No bairro, ele realizava o comércio de drogas.

Na operação Penumbra, o Gaeco foi responsável pela representação dos mandados e na operação Terra Prometida, a Deic realizou o procedimento. A 17ª Vara Criminal da Capital recebeu os pedidos e expediu os mandados cumpridos nesta terça-feira durante as duas ações.

Efetivo envolvido na operação

A Polícia Militar empregou nas duas ações policiais militares do Batalhão de Trânsito (BPTran), do BPRv e do 4º Batalhão. Já a Polícia Civil participou com a Gerência de Polícia Judiciária Área 2 (GPJ2), agentes da Deic e do Tático Integrado de Grupos Especiais de Resgates (Tigre). O Grupamento Aéreo da SSP também deu suporte às equipes em solo.

Mais Notícias