domingo, fevereiro 5, 2023
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
HomeEsportesTatuagem de Daniel Alves na região íntima foi decisiva para prisão do...

Tatuagem de Daniel Alves na região íntima foi decisiva para prisão do jogador, diz jornal

Durante o depoimento para a juíza, a vítima descreveu uma tatuagem de meia-lua localizada no abdômen, segundo informações do veículo espanhol ‘El Mundo’

Segundo o jornal espanhol El Mundo, uma tatuagem de meia-lua, localizada na região do abdômen, motivou contradições no depoimento de Daniel Alves sobre a acusação de estupro que o jogador sofre. A Justiça espanhola determinou prisão preventiva e sem fiança do brasileiro, na última sexta-feira (20), por suspeita de estupro e agressão sexual contra uma jovem em uma boate de Barcelona, na Espanha.

Durante o depoimento para a juíza, a vítima disse que viu a tatuagem de uma meia-lua no abdômen de Daniel Alves, próxima à cintura, quando ele tentou forçá-la a fazer sexo oral e ela resistiu. Questionado sobre a tatuagem pela juíza, ele apresentou versões diferentes da história, conforme informa o joral.

De início, Daniel Alves reconheceu ter uma tatuagem de meia-lua no abdômen e disse que foi a jovem que o atacou enquanto ele estava sentado no vaso sanitário. Porém, a juíza alegou que, se ele estava dizendo a verdade, a vítima não iria conseguir ver o desenho pois ele estaria sendo tampado pela camisa.

O El Mundo ainda revelou que na segunda versão, o jogador se contradiz e declara que se levantou quando a jovem entrou no banheiro, o que lhe deu a visão da tatuagem. Neste depoimento, o jogador disse que a relação sexual entre os dois foi consentida, o que havia sido negado de início.

Após o fato ser exposto, uma amiga da suposta vítima de abuso sexual de Daniel Alves afirmou, em depoimento à Justiça da Espanha, que foi apalpada violentamente pelo jogador de futebol. O atleta teria passado a mão nas partes íntimas da mulher, que teria conseguido parar Daniel e ir embora em seguida.

Para a Quem, a assessoria de imprensa do jogador de futebol “nega veementemente” as acusações. “O Daniel Alves nega veementemente. Ele foi por livre e espontânea vontade prestar depoimento nesta sexta. Tanto que foi sem advogado. Após o primeiro depoimento, a Juíza pediu para ouvi-lo. E depois de escutar o segundo depoimento, determinou a prisão preventiva”, declarou.



Fonte: Alagoas 24 Horas

NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Publicidade -

ÚLTIMAS