spot_imgspot_img

Testes de Matthew Perry dão negativo para fentanil e metanfetamina, diz site


Testes iniciais indicam que a morte de Matthew Perry, o Chandler Bing da série “Friends”, não foi provocada por uma overdose de fentanil ou metanfetamina. As informações foram divulgadas pelo site TMZ, nesta quarta-feira (1), citando fontes policiais.

Autoridades de Los Angeles aguardam os resultados de exames toxicológicos para determinar a causa da morte. O relatório produzido a partir da autópsia, ao qual a rede de TV “CNN” teve acesso, indica que ainda não foi possível chegar a uma conclusão sobre o caso.

“Em casos em que a causa da morte não pode ser determinada no momento da autópsia, um posterior certificado será emitido quando os estudos estiverem completos”, diz o órgão responsável em Los Angeles.

Os resultados de exames toxicológicos, que podem demorar semanas, são esperados para que seja possível entender o que aconteceu. Por meio dos exames, os investigadores querem descobrir se alguma substância pode ter contribuído para a morte de Perry.

Perry foi encontrado morto em sua própria casa.

Segundo o site “TMZ”, a suspeita é de que ele tenha se afogado em uma jacuzzi. Drogas não foram encontradas no local.

Fontes próximas ao ator disseram ao site que Perry havia feito exercícios pela manhã. Depois, quando chegou em casa, pediu que seu assistente fosse realizar uma tarefa.

Ao retornar à residência, por volta das 16h, o funcionário ligou para as autoridades dizendo que Perry havia sofrido uma parada cardíaca.

Ao chegar ao local, paramédicos tentaram reanimá-lo, sem sucesso. O ator foi declarado morto e não foi levado ao hospital.

ATOR RELATOU LUTA CONTRA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

No livro “Friends, Lovers, and the Big Terrible Thing”, lançado no ano passado, Perry contou detalhes da sua dependência química em remédios e álcool.

“Não fiquei sóbrio porque senti vontade. Fiquei sóbrio porque estava preocupado em morrer no dia seguinte”, escreveu.

O ator afirmou ter ido à reabilitação pelo menos 15 vezes.

Para tentar se manter sóbrio, Perry gastou mais de US$ 9 milhões, o que equivale a cerca de R$ 47 milhões.



Fonte: TNH1

spot_imgspot_img

Últimas

Leia também

spot_imgspot_img

Prefeitura de Maceió oferece 68 vagas em cursos de qualificação

O Programa Qualifica Maceió está oferecendo 68 vagas em cursos de...

Justiça aceita denúncia do MP e mantém prisão de acusado de atentado contra Kátia Born

A Justiça de Alagoas aceitou a denúncia do Ministério Público de...

Condutor de motocicleta tem fratura exposta após colisão com carro na BR-103

Um homem de 30 anos foi socorrido após se envolver em...