spot_imgspot_img

Ucrânia processa Polônia, Eslováquia e Hungria por proibição sobre grãos do país

Em:

Para o país, manter as restrições unilateralmente é “uma violação das obrigações internacionais desses três países da União Europeia”, disse a nota

A ministra da Economia e vice-primeira-ministra da Ucrânia, Yulia Svyrydenko, anunciou que o país entrou com ações judiciais contra Polônia, Eslováquia e Hungria na Organização Mundial do Comércio (OMC) pela proibição de importação de grãos ucranianos. As restrições unilaterais vão contra a decisão da União Europeia (UE) que, na sexta-feira, 15, rejeitou estender a proibição sobre os produtos ucranianos que vigorava desde maio nos três países, além de Bulgária e Romênia.

Segundo Svyrydenko, a proibição sobre os produtos agrícolas da Ucrânia já causa perdas “significativas” aos exportadores, que enfrentam paralisações, custos adicionais e impossibilidade de cumprir acordos de comércio exterior.

Para o país, manter as restrições unilateralmente é “uma violação das obrigações internacionais desses três países da União Europeia”, disse a nota.

Além disso, “todos os países membros do bloco devem coordenar e harmonizar sua política comercial, pois esta é de competência exclusiva da UE”, acrescentou.

Apesar da medida na OMC, a ministra afirmou que espera que os países retirem as restrições para que a questão não se estenda nos tribunais.

Estadão Conteúdo


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

R7

Relacionadas
Notícias

Compartilhe Informação

spot_img

Mais Lidas